Últimas Notícias

Lixo se acumula no mar da Europa

Redes de pesca e linhas sao encontrados aos montes no fundo do marExiste uma grande quantidade de lixo, entre garrafas, sacos de pl√°sticos e redes de pesca, no mar profundo da Europa. Tais objetos foram encontrados “ao longo de todo o Mediterr√Ęneo e costas da Europa, estendendo-se at√© √† crista dorsal mesoatl√Ęntica, a 2.000 quil√≥metros de terra”. Este √© o resultado de um trabalho de investiga√ß√£o que envolveu 15 organiza√ß√Ķes de toda a Europa e foi liderado pelo centro IMAR, da Universidade dos A√ßores.

A investiga√ß√£o deu origem a um artigo cient√≠fico, publicado no jornal PLOS ONE, que indica que a grande quantidade de lixo que chega ao mar profundo √© um ¬ęassunto de import√Ęncia mundial¬Ľ. ¬ęOs resultados do estudo destacam a extens√£o do problema e a necessidade de a√ß√Ķes para prevenir a crescente acumula√ß√£o de lixo nos ambientes marinhos¬Ľ, afirmam os respons√°veis pela investiga√ß√£o.

Lixo acumulado no mar da EuropaOs investigadores referem no seu trabalho, intitulado “Marin Litter Distribution and Density in European Seas, from the Shelves to Deep Basins”, que o lixo marinho tem ainda o problema de ser confundido, por alguns animais, como alimento, um processo conhecido como ¬ępesca fantasma¬Ľ.

Das cerca de 600 amostras obtidas pelos investigadores ao longo do Oceano √Ārtico e Oceano Atl√Ęntico, incluindo no Mar Mediterr√Ęneo, entre os 35 e os 4.500 metros de profundidade, o ¬ępl√°stico foi o item mais comum¬Ľ. J√° o lixo associado √†s atividades de pesca, como as redes e linhas, foram encontradas, maioritariamente, em montes submarinos, bancos e cristas oce√Ęnicas.

Polvo se acolhe em vidro deixado no mar“Esta pesquisa demonstrou que o lixo humano est√° presente em todos os habitats marinhos, das praias √†s zonas mais profundas e remotas dos oceanos”, explicou Christopher Pham, investigador da Universidade dos A√ßores. “A maior parte do mar profundo continua inexplorada pelos humanos e esta √© a nossa primeira visita a muitos destes locais, pelo que fic√°mos chocados ao descobrir que o lixo chegara l√° primeiro que n√≥s”, adiantou o investigador, citado pela ag√™ncia Lusa.

De acordo com o trabalho de investiga√ß√£o, foi encontrado lixo em “praticamente todos os locais investigados, com o pl√°stico a contribuir globalmente com cerca de 41 por cento e aparelhos de pesca abandonados com cerca de 34 por cento do total”. Foi tamb√©m descoberto ¬ęvidro, metal, madeira, papel e cart√£o, roupa, cer√Ęmica e outros materiais n√£o identificados¬Ľ.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato