Últimas Notícias

Dois são detidos com pesca ilegal em Uberlândia-MG

Apreensao realizada em Uberlandia-MGAs duas primeiras prisões relacionadas a Piracema em Uberlândia foram registradas pela Polícia Militar de Meio Ambiente na manhã desta quarta-feira (12), após denúncias. No Bairro Presidente Roosevelt, um homem de 52 anos foi detido em flagrante após venda ilegal de pescados. Foram apreendidos 110 kg de peixes. Já no Bairro Dona Zulmira outro homem de 54 anos também foi preso por pesca ilegal, com 10 kg de peixes. Os suspeitos também terão que pagar uma multa de R$ 5.700, somando as duas.

Segundo a Polícia Ambiental, no Bairro Roosevelt foram apreendidos peixes da espécie Piauí, Dourado, Piapara, Corimba, Mandi, entre outros. O homem não tinha documentação necessária e vendia os pescados na rua. Os peixes ficavam nos fundos de uma oficina mecânica. Ele foi preso em flagrante durante uma venda. O suspeito ainda efetuava pesca proibida com um arpão.

Já no Bairro Dona Zulmira, um homem de 54 anos estava com 10kg de peixe para venda e sem documentação de declaração de estoque. Além disso, foram encontradas também duas armas, com o porte irregular. O suspeito era apontado como caçador na área. Ele foi preso e responderá pelos dois crimes, além da multa.

Período da Piracema
A fiscalização da Piracema, período em que os peixes sobem para as cabeceiras dos rios para se reproduzirem, começou no dia 4 de novembro e vai até o dia 28 de fevereiro. Os pescadores e comerciantes tinham até o dia 4 para fazer a declaração de estoque de peixes. As pessoas que pescarem nesse período podem pegar de um a quatro anos de prisão, e pagar multa de R$ 600 a R$ 50 mil, dependendo da quantidade e espécie dos peixes.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato