Últimas Notícias

PMA apreende pescado e aplica mais de 33 mil em multas durante piracema no MS

apreensao durante a piracema 2014 no MS 2Após 5 meses do período de defeso para proteção do período reprodutivo dos peixes, a “piracema”. Até o momento foram apreendidos 529 kg de pescado, contra 473 kg dos três meses da operação passada. Foram autuadas 6 pessoas a menos aos três meses da operação anterior. Foram 18 pessoas contra 24. De qualquer forma, os resultados mostram um número grande de pessoas presas, com pouco pescado apreendido.

O Valor das multas foi um pouco maior. Foram aplicadas multas que chegaram a R$ 33.940,00 contra R$ 23.120,00, durante o mesmo período da piracema passada.

A quantidade de petrechos de pesca, de acordo com a PMA, barco, motores de popa apreendidos está dentro do que se apreendeu nos três primeiros meses em piracemas anteriores, porém, apresentando um decréscimo. A PMA espera que, com a fiscalização intensiva, haja sempre um grande número de pessoas presas no momento que iniciam a pescaria, ou seja, sem que tenham conseguido capturar grande quantidade de pescado. Esta é a melhor estratégia e é o que vem acontecendo em cada piracema, em que a quantidade de pescado apreendida vem sendo reduzida, mantendo-se a mesma média de pessoas presas.

apreensao durante a piracema 2014 no MSOs resultados obtidos na fiscalização durante a “operação piracema” demonstram que a estratégia que a Polícia Militar Ambiental tem mantido nos últimos 12 anos, de monitorar os cardumes e destinar a fiscalização aos pontos críticos, que são as cachoeiras e corredeiras continua dando certo, pois os números de pescado apreendidos vêm diminuindo a cada período de piracema.

Neste segundo mês, são menores do que na operação passada, que já foi menor à anterior e assim continuamente.

Fonte:


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato