Últimas Notícias

Ibama apreendeu nove barcos e 11 redes de arrasto na costa do Rio de Janeiro

Ibama apreende embarcacoes e redes de arrasto na costa do Rio de JaneiroO Ibama apreendeu nove barcos e 11 redes de arrasto durante o primeiro mês de fiscalização do defeso do camarão, que começou dia 01/03 e vai até 31/05 na costa do Rio de Janeiro. Nas ações, o instituto ainda apreendeu 23 portas de arrasto e aplicou R$ 83 mil em multas por pesca predatória.

Os agentes ambientais autuaram também um barco atuneiro que fazia cerco na Baía de Sepetiba, local proibido para esta modalidade de pesca. Todos os infratores pegos em flagrante foram conduzidos à Polícia Federal. Onze acabaram presos e foram liberados após pagamento de fiança. Outros três, donos de embarcações apreendidas, foram apenas indiciados, pois não estavam presentes no local do crime ambiental no momento da fiscalização.

O período de paralisação da pesca do camarão atinge a costa brasileira, da divisa do Espírito Santo e Rio de Janeiro até o Arroio Chuí. As ações de fiscalização do Ibama continuam até o final do defeso, cujo objetivo é permitir a preservação da espécie e a recuperação dos estoques pesqueiros.

Impacto ambiental
A pesca de arrasto motorizado do camarão causa grande impacto à vida marinha. Segundo o Ibama, ela precisa ocorrer de forma controlada para se manter sustentável. “Ao arrastar as redes no fundo do mar em busca do camarão, vários outros organismos marinhos também são capturados como fauna acompanhante e, na maioria das vezes, descartados pelo pouco valor comercial”, explica o analista ambiental Felipe Bonifácio, chefe do Escritório do Ibama em Angra dos Reis.

Para cada quilo de camarão pescado, estima-se que até 20 quilos de outros peixes e organismos sejam capturados. “São espécies que desempenham um papel fundamental no equilíbrio do ecossistema marinho e que estão sendo impactadas pela atividade. A pesca do camarão também ocorre dentro de baías, prejudicando estes importantes criadouros naturais”, completa o analista.

Ascom/Ibama-RJ


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato