Últimas Notícias

PMA apreende pescado e autua 11 pessoas próximo a Hidrelétrica de Marimbondo em SP

PMA apreende pescado e multa infratores no Rio Grande entre Minas Gerais e Sao PauloPoliciais Militares do 1¬ļ Pelot√£o da 1¬™ Companhia de Pol√≠cia Ambiental de S√£o Jos√© do Rio Preto intensificaram no √ļltimo final de semana a fiscaliza√ß√£o regional visando prevenir e reprimir infra√ß√Ķes ambientais de ca√ßa e pesca predat√≥rias no Rio Grande.

Cerca de 10 policiais, 03 viaturas e 03 embarca√ß√Ķes, desenvolveram fiscaliza√ß√Ķes em diversos trechos do Rio Grande, mais especificamente no trecho entre a Hidrel√©trica de Marimbondo e a Reserva Ecol√≥gica de Paulo de Faria.

Foram mais de 36 horas ininterruptas de patrulhamento, abordagens e orienta√ß√Ķes que culminaram na apreens√£o de 04 embarca√ß√Ķes, 03 motores de popa, quase 3 mil metros de redes de espera, 02 arp√Ķes, roupas e petrechos utilizados na pesca subaqu√°tica e quase 30 Kg de peixes das esp√©cies: pacu-caranha, piapara, mandi, piranha, cascudo, porquinho, tucunar√© e pacu CD.

No total, foram elaborados 11 Autos de Infração Ambiental por infringirem a legislação de pesca, pelos delitos de pescarem com petrechos não permitidos, pescarem espécies com tamanhos inferiores ao permitido e dificultarem a fiscalização ambiental.

A Polícia Militar Ambiental salienta que realiza a fiscalização embarcada e terrestre diuturnamente em toda a extensão aquática da região de Rio Preto e que a pesca predatória além de degradar o meio ambiente, configura crime ambiental, sujeitando os infratores a penas financeiras e de perda dos materiais utilizados.

Destaca também, que o ato de dificultar a ação da Polícia Ambiental em sua atividade de fiscalização também configura infração ambiental e crime, punível com multa e processo.

Todos os 11 envolvidos receberam uma multa ambiental que somada atingiu o montante de R$ 5.040,00 e podem responder processo pelo crime ambiental previsto no artigo 34 da Lei Federal 9605/98, que prevê pena de detenção de 01 a 03 anos e multa.

Todas as ocorrências foram encaminhadas via Ofício a Delegacia Polícia Federal de S. J. Rio Preto.


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br