Últimas Notícias

Embrapa descobre que sem machos tambaqui fêmea cresce mais rápido

Tambaqui femea cresce mais rapido sem o macho 5 Técnica já utilizada na produção de diversos peixes com valor comercial está sendo estudada e adaptada para o tambaqui (Colossoma macropomum) e pode resultar em aumento significativo da produtividade da espécie.

Trata-se da forma√ß√£o de popula√ß√Ķes monossexo com apenas f√™meas de tambaqui, j√° que o g√™nero tem a capacidade de ganhar at√© 20% mais peso do que os machos da esp√©cie. O peixe √© nativo da bacia Amaz√īnica e um dos mais apreciados para consumo no Brasil.

Para forma√ß√£o de popula√ß√Ķes de f√™meas, √© preciso atuar na defini√ß√£o do sexo dos peixes. Conforme a pesquisadora da Embrapa Amaz√īnia Ocidental (AM) e l√≠der do projeto, Fernanda Loureiro de Almeida O’Sullivan, os peixes nascem sem sexo definido, com g√īnadas que n√£o s√£o considerados test√≠culos nem ov√°rios.

Tambaqui femea cresce mais rapido sem o macho 4Ap√≥s um per√≠odo, diferente para cada esp√©cie, os genes naturalmente determinam se o peixe vai ser f√™mea ou macho, e s√≥ a partir de ent√£o formam-se as g√īnadas diferenciadas: test√≠culos nos machos e ov√°rios nas f√™meas.

Por isso, a pesquisa vai elaborar um protocolo eficiente e seguro para definir como feminino o sexo do tambaqui, por meio da utiliza√ß√£o do horm√īnio estradiol, um estr√≥geno natural, aplicado diretamente na ra√ß√£o dos peixes. “O fornecimento da ra√ß√£o com o estradiol tem de ser anterior √† diferencia√ß√£o sexual do tambaqui. Assim, mesmo que o peixe tenha os genes para forma√ß√£o de um test√≠culo, √© poss√≠vel mudar essa informa√ß√£o e formar f√™meas com ov√°rios funcionais”, explica Fernanda.

População monossexo
A pesquisa para forma√ß√£o de popula√ß√£o monossexo de tambaqui est√° na metade do caminho e vem trabalhando com tr√™s vari√°veis: tamanho ou idade em que os alevinos devem receber o horm√īnio para a revers√£o sexual; concentra√ß√£o m√≠nima do horm√īnio e dura√ß√£o do tratamento. “A alimenta√ß√£o dos alevinos com a ra√ß√£o tratada √© realizada em tanques de circula√ß√£o fechada e a √°gua desses reservat√≥rios √© manejada corretamente, devido aos res√≠duos gerados”, observa a pesquisadora.

Tambaqui femea cresce mais rapido sem o macho 3Nesse contexto, o planejamento do projeto contempla outras a√ß√Ķes importantes, como as avalia√ß√Ķes de impacto ambiental da tecnologia e a an√°lise da exist√™ncia ou n√£o de interfer√™ncia do horm√īnio na carne do tambaqui alimentado com a ra√ß√£o tratada. “Esperamos, com isso, identificar o per√≠odo necess√°rio para que o peixe esteja livre de res√≠duos hormonais”, ressalta Fernanda.

Depois de estabelecer o protocolo, tamb√©m ser√° realizada a an√°lise econ√īmica da tecnologia, buscando determinar os custos do uso da invers√£o sexual em sistemas maiores de produ√ß√£o, como uma fazenda produtora de tambaqui, por exemplo. “Se a t√©cnica der certo, se ela se provar totalmente segura e as an√°lises econ√īmicas forem positivas, com certeza teremos a capacidade de produzir cerca de 20% a mais de peso de tambaqui em uma mesma √°rea de produ√ß√£o, resultando, consequentemente, em maior lucratividade para o produtor”, destaca a pesquisadora.

A t√©cnica de forma√ß√£o de lotes monossexo de peixes j√° √© utilizada nas principais fazendas produtoras para outras esp√©cies. No caso da til√°pia, por exemplo, s√£o formadas popula√ß√Ķes apenas com machos, que ganham mais peso e, consequentemente, geram mais lucro para os produtores.

Sistema intensivo de produção
Tambaqui femea cresce mais rapido sem o macho 2O tambaqui √© nativo da Amaz√īnia. Com a demanda crescente do consumidor por esse tipo de peixe, a pesca extrativa n√£o conseguiu atender √†s necessidades do mercado, o que estimulou a cria√ß√£o comercial da esp√©cie em todo o territ√≥rio nacional (com exce√ß√£o do Sul do Pa√≠s). Hoje, o tambaqui √© a esp√©cie de pescado mais produzida na regi√£o Norte e a segunda no Brasil, ficando atr√°s somente da til√°pia.

A Embrapa Amaz√īnia Ocidental lan√ßou a tecnologia de produ√ß√£o intensiva de tambaqui em tanques escavados com a utiliza√ß√£o de aera√ß√£o artificial. O m√©todo permite, no m√≠nimo, triplicar a produ√ß√£o em uma mesma √°rea.

O sistema foi colocado em prática na propriedade do casal de piscicultores Luis e Franci Bonfá, no Município de Rio Preto da Eva (AM) durante o período de um ano e acompanhado por uma equipe de pesquisadores da Embrapa que atuam em aquicultura. O resultado foi positivo com índices de lucratividade de 54,21% no empreendimento.

Foi durante os estudos que resultaram no sistema de produção intensiva de tambaqui que se percebeu o maior ganho de peso das fêmeas da espécie. A observação deu origem à pesquisa de formação de população monossexo da espécie.


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br