Últimas Notícias

Ibama apreende atuneiro e 19 são presos por pesca ilegal na Baía de Sepetiba-RJ

Ibama apreende atuneiro e 19 sao presos por pesca ilegal na Baia de Sepetiba-RJO Ibama multou, em R$ 40 mil por pescar ilegalmente na Ba√≠a de Sepetiba, no sul do Rio de Janeiro, um dos maiores armadores de pesca em atividade na costa do sudeste. Dona de uma frota atuneira com dezenas de embarca√ß√Ķes de grande porte, a empresa sediada em Santa Catarina ainda teve um barco industrial, 150 quilos de peixes e cerca de 500 metros quadrados de redes apreendidos pelo instituto. A a√ß√£o ocorreu no dia 16/05 (Segunda-feira).

Al√©m do armador, o Ibama autuou tamb√©m o mestre da embarca√ß√£o em R$ 10 mil pelo mesmo crime. “Ele autorizou o cerco na ba√≠a, porque cabe ao mestre a decis√£o do local da pesca, e ainda prosseguiu com a atividade mesmo com a licen√ßa do barco vencida”, explicou o chefe do escrit√≥rio do Ibama em Angra dos Reis, Felipe Bonif√°cio. Os 19 integrantes da tripula√ß√£o envolvidos no crime ambiental foram presos pela Pol√≠cia Federal, indiciados por pesca ilegal, e soltos ap√≥s pagar a fian√ßa.

O atuneiro da empresa foi flagrado por agentes do instituto e da Polícia Federal (PF) quando fazia cerco na Baía de Sepetiba, local proibido para esta modalidade de pesca, na noite de sexta-feira (13). A embarcação partiu de Santa Catarina no dia 5 de maio, já com a licença de pesca vencida desde o início do mês, e havia acabado de entrar na baía em busca de iscas-vivas (pequenos peixes como a sardinhas-da-boca-torta e manjubas) para a pesca do atum, que ocorre em alto-mar.

Segundo o Ibama, os atuneiros que invadem a ba√≠a de Sepetiba contribuem significativamente para a alta mortandade de botos-cinza que vem ocorrendo na regi√£o. “Esse tipo de pesca realizada em grande escala retira o alimento dos botos-cinza, que tamb√©m ficam presos nas redes de cerco e acabam se afogando. Prejudicam os botos na competi√ß√£o por alimento e na pesca incidental”, afirma Felipe.

Foto: Felipe Bonif√°cio/Banco de Imagens do Ibama


Deixe o seu Comentário - Dúvidas e perguntas envie um email para contato@pescamadora.com.br