Últimas Notícias

Fiscalização apreende 3,5 toneladas de peixe e 8 mil metros de redes em Goianésia do Pará

Uma ação conjunta de fiscalização realizada na madrugada desta quinta-feira (16), para combater a pesca predatória no período de defeso – época em que os peixes são protegidos para se reproduzirem – resultou na apreensão de 3,5 toneladas de pescado ilegal, na localidade conhecida como Porto Novo, no município de Goianésia do Pará.

A operação foi realizada em parceria pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/Marabá), Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma/Tucuruí), Semma/Goianésia do Pará, Semma/Marabá, Eletronorte e Polícia Militar de Tucuruí.

Além da carga apreendida, foram recolhidos mais de oito mil metros de rede de pesca. O pescado estava em condições para o consumo e foi doado em Marabá, Goianésia do Pará e Tucuruí (PA).

De acordo com a Gerência da Região Administrativa de Tucuruí do Ideflor-bio, o período de defeso se estende até 28 de fevereiro deste ano e contribui para a sustentabilidade do uso dos estoques pesqueiros. Neste período é totalmente proibida a pesca de peixes nativos em qualquer modalidade.

Denise Silva / Ascom Ideflor-bio


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato