Últimas Notícias

Ator Henri Castelli captura peixe ameaçado de extinção e exibe para os fãs no Instagram

Foto: Reprodução Instagram

Na √ļltima sexta-feira (11), o ator Henri Castelli publicou em sua conta no instagram, uma foto em que aparece com um peixe morto, que ele mesmo teria pescado. A imagem que foi tirada em uma praia de Alagoas (PE), gerou pol√™mica e cr√≠ticas ao artista, isso porque o peixe identificado na foto, √© um mero, peixe d√≥cil e que se aproxima com facilidade das pessoas.

A esp√©cie est√° na lista de amea√ßados de extin√ß√£o, motivo pelo qual sua pesca √© proibida desde 2002¬† e prorrogado em 2015 por mais 8 anos segundo a portaria interministerial n¬į 13.

Mergulhador profissional desde 2005, com diversos cursos de especializa√ß√£o, inclusive mergulho caverna e RESCUE DIVE conforme ele mesmo afirmou quando se feriu ao encostar em uma arraia em julho de 2016, Henri Castelli n√£o mencionou como capturou o exemplar, por√©m na foto, √© poss√≠vel ver uma marca na cabe√ßa do peixe que sugere ser de uma lan√ßa de arbalete. In√ļmeros seguidores do ator ficaram com pena do animal e fizeram duras cr√≠ticas sobre sua conduta, motivo pelo qual o ator deletou a imagem de sua conta logo em seguida.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) informou que Castelli será penalizado com uma multa pela pesca do animal. Por se tratar de uma espécie ameaçada de extinção, o valor foi fixado em R$ 5 mil.

Espécie é protegida e ameaçada de extinção
Por meio de portaria interministerial, de autoria dos Ministérios da Pesca e Aquicultura e do Meio Ambiente, a proibição da captura foi ampliada por mais 8 anos, ficando proibida a pesca até 2023. A pena é multa de R$ 5 mil por indivíduo pescado e cancelamento de licenças ou registros de atividade pesqueira, além de detenção de um a três anos.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato