Últimas Notícias

FOIRN divulga empresas selecionadas para explorar o turismo de pesca esportiva na TI Jurubaxi-Téa e TI Uneuixi

Desde 29 de maio de 2018, empresas interessadas em explorar a pesca esportiva nas Terras Indígenas Jurubaxi-Téa e Uneuixiao, passam por um processo de seleção pela ACIMRN, FOIRN e comunidades indígenas das Terras Indígenas Jurubaxi-Téa e Uneuixi, com apoio do ISA, FUNAI e IBAMA e acompanhamento do Ministério Público Federal do Amazonas (MPF – AM), a partir dos Termos de Referência (TI Jurubaxi-Téa e TI Uneuixi).

No total, foram recebidas 6 propostas para os dois termos de referência, as quais foram analisadas e discutidas em assembleias comunitárias para a escolha das empresas que passarão a ser parceiras das comunidades e que vão poder explorar o turismo de pesca esportiva em áreas distintas.

PROCESSO – TR JURUBAXI-TÉA
Em assembleia realizada entre os dias 11 a 13 de junho de 2018, após ampla análise da documentação enviada, com apoio técnico da ACIMRN, FOIRN, ISA, FUNAI e IBAMA e acompanhamento do Ministério Público Federal do Amazonas MPF – AM, as comunidades São Francisco e Acariquara da Terra Indígena Jurubaxi-Téa, escolheram a proposta do Consórcio Amazon Nemo Turismo (Barco Hotel Amazon Tucuna) e Tapacauá Viagens e Turismo (Kalua Barco Hotel) para operar em parceria no trecho baixo do rio Jurubaxi.

Já para operar apenas no trecho alto do rio Jurubaxi, a proposta vencedora foi da empresa TC Turismo Eireli –  Tuco Tur que passará a explorar a área de acordo com o TR.

PROCESSO – TR UNEUIXI
Em assembleia realizada entre os dias 15 a 17 de junho de 2018, após ampla análise da documentação enviada, com apoio técnico da ACIMRN, FOIRN, ISA, FUNAI e IBAMA e acompanhamento do Ministério Público Federal do Amazonas MPF-AM, as comunidades Roçado e São Joaquim da Terra Indígena Uneuixi escolheram a proposta da empresa Itaicy Fly Fishing Lodge Brasil para operar em parceria com as comunidades no alto rio Uneuixi de acordo com o TR.

Segundo nota da FORIN, a partir de agora as empresas vencedoras do consórcio receberão instruções relativas aos próximos procedimento a serem adotados para formalizar a parceria e posterior exploração de áreas conforme termos estabelecidos pelas associações envolvidas e que contribuíram neste processo de construção coletiva do desenvolvimento sustentável do Médio Rio Negro.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato