Últimas Notícias

PMA autua quatro pessoas por pesca e caça predatória no MS

Carne de caca apreendida em coximDurante fiscalizações de rotina, a PMA de Coxim, município localizado na região norte do Estado do MS e distante da Capital 350 km, prendeu quatro pessoas pela prática de pesca predatória.

Nesta terça-feira (14), a fiscalização estava sendo realizada na rodovia “Estrada Pantaneira” e abordaram uma camionete VW Amarok, no qual havia 12 kg de pescado da espécie pacu, havendo diversos exemplares abaixo da medida permitida para a captura.

O pescado fora capturado por dois pescadores que estavam no veículo, residentes em Osasco e Bariri (SP), nas regiões dos rios Taquari e da barranqueira. O veículo e o peixe foram apreendidos.

Os infratores, cujos nomes não foram divulgados, têm idade sendo um de 45 e o outro de 57 anos, receberam voz de prisão e foram encaminhados, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Coxim, onde eles foram atuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e liberados após o pagamento de fiança. A pena para este crime é de um a três anos de detenção.

A PMA confeccionou um auto de infração administrativo e arbitrou multa de R$ 1.640,00 para cada um dos autuados. O pescado será doado para instituições filantrópicas da cidade.

A outra apreensão no mesmo local e poucas horas depois, quando foram presos dois caçadores por abate de jacarés.

A equipe de Policiais Militares Ambientais (PMA) abordou um veículo Toyota Hilux e encontrou em uma caixa térmica 13 kg de carne de jacaré, que os policiais suspeitaram ser de dois animais. Os caçadores, residentes em São Gabriel do Oeste, município localizado na região norte do Estado e distante da Capital a pouco mais de 150 quilômetros confessaram ter abatido os animais no rio Taquari. O veículo, a carne e a caixa térmica foram apreendidos.

Os caçadores cujos nomes também não foram divulgados, sendo um de 50 e o outro 58 anos foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à Delegacia de Polícia Civil de Coxim, onde eles foram autuados por caça ilegal.

A pena para o crime de caça é de seis meses a um ano de detenção.

Os policiais ainda confeccionaram auto de infração administrativo e arbitraram multa de R$ 6.500,00 contra cada infrator.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato