Últimas Notícias

PMA aprende mais de 3.500 metros de rede no Rio Tietê em Sabino (SP)

Em fiscalização realizada nessa sexta-feira (23), a Polícia Militar Ambiental autuou pescadores e recolheu redes de pesca no Rio Dourado e no Rio Tietê entre os municípios de Lins (SP) e Sabino (SP).

Durante o policiamento que começou por volta das 2 horas da manhã, policiais ambientais localizaram e apreenderam na divisa dos municípios, 3.500 metros de redes em situação irregular, todas estavam em desacordo com a legislação ambiental, sem a placa de identificação obrigatória e em quantidade superior a permitida.

Sobre a ponte do Rio Dourado que liga os dois munic√≠pios, local proibido para qualquer tipo de pesca, os policiais flagraram 10 (dez) pessoas pescando com o uso de molinete, todos receberam auto de infra√ß√£o ambiental e advert√™ncia por pescar em local proibido, os molinetes foram apreendidos. Foram fiscalizadas ainda 25 embarca√ß√Ķes, mas nada de irregular foi constatado.

Todos os autuados serão notificados posteriormente pela Polícia Civil e deverão dentro de inquérito policial, onde deverão comparecer para prestarem esclarecimentos sobre o flagrante.

A pesca predatória é considerada crime ambiental com base no Artigo 34 da lei 9605/98, lei dos crimes ambientais, cuja pena é de detenção de um ano a três anos.


Estimulamos o debate amistoso. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato