Últimas Notícias

Cerca de 155 milhões de alevinos já foram introduzidos para a revitalização do Rio São Francisco

Em um processo de revitalização e manutenção dos estoques pesqueiros do Rio São Francisco, 155 milhões de alevinos já foram distribuídos nos estados de Alagoas, Bahia, Sergipe, Minas Geais e Pernambuco. A iniciativa do Ministério da Integração Nacional, realizada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), beneficia cerca de 44 mil pescadores artesanais.

Cerca de 72 milhões são espécies nativas da bacia do Rio São Francisco (piau, xira, matrinxã, pacamã e pirá ) que auxiliaram, desde 2007, na recomposição da fauna da região. O restante da produção – cerca de 83 milhões – aumentou o desenvolvimento da aquicultura. Além disso, mais de 2.500 pessoas foram capacitadas durante atividades de piscicultura em tanques-rede e viveiros escavados. Com essa atividade, a Codevasf apoiou mais de 100 projetos de apoio à inclusão produtiva na área de pesca e aquicultura.

A distribuição das espécies, conhecida como peixamento, é realizada pelos Centros Integrados de Recursos Pesqueiros e Aquicultura da Codevasf. Essa é uma preocupação constante do Governo Federal desde a concepção do Projeto de Integração do Rio São Francisco, que já abastece mais de um milhão de pessoas nos estados de Pernambuco e Paraíba, desde a inauguração do Eixo Leste em março de 2017.

Além da importância para o repovoamento imediato das lagoas beneficiadas, as ações de peixamento têm a função de promover a educação ambiental para preservar o rio, contando com a participação da comunidade, por meio de escolas, colônias de pescadores e secretarias municipais de Meio Ambiente.

“A participação de estudantes, por exemplo, serve para mostrar a importância da conservação e alertá-los para a intensa e atual degradação ambiental que culmina na escassez de algumas espécies nativas. Esperamos que o aluno possa, também, aprender procedimentos e atitudes que resultem em mais qualidade de vida para ele próprio e sua comunidade”, declarou o coordenador das ações de pesca e aquicultura no município de Xique-Xique (BA), Jorge Meira.

“O peixamento de alevinos de Curimatã na Ipueira do Rio São Francisco é de grande importância econômica e social para o município, pois garante os estoques pesqueiros do rio, inserindo uma boa quantidade da espécie, que é capturada pelos mais de 600 pescadores profissionais e amadores que dependem da atividade para o sustento de suas famílias”, acrescentou Jorge Meira.

Plano Novo Chico
O Governo Federal lançou o Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco “Plano Novo Chico” em agosto de 2016, com o objetivo de ampliar as ações de revitalização já realizadas em diversos níveis. A expectativa é beneficiar os 505 municípios que compõem a bacia.

A Codevasf já atua na região desde 2007 com ações e obras para abastecimento de água, esgotamento sanitário, proteção e recuperação das nascentes, controle de processos erosivos e recuperação de áreas degradadas, além de educação ambiental e capacitação institucional, coleta e tratamento de resíduos sólidos, dentre outras medidas.


Estimulamos o debate suadável. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Portal Pesca Amadora. Mensagens consideradas ofensivas serão excluidas automaticamente. Dúvidas e perguntas acesse a página de contato